Design para melhorar a vida das pessoas no mundo real.

Muitos designers pensam, projetam e criam itens para o mundo fantasioso onde os produtos nunca saem para o mercado própriamente dito.

Foi isso que passou o designer Timothy Prestero, ao criar um objeto de alta necessidade porém de pouca usabilidade.

O que ele fez para contornar a situação? Design centrado no usuário, levando em conta um item importantíssimo, o ACESSO á esses produtos pelos usuários pensando na produção do produto, afinal, produto que não chega ás pessoas não tem utilidade.

Veja no video abaixo a palestra no TEDx Boston legendada em português.

Faça Negócios, Faça Design.

Anúncios

Design e Capitalismo

O design e o mercado são como o arroz e feijão, mas no Brasil e na América Latina, estamos caminhando para um regime onde o designer só terá função para fazer pintura em paredes, ou cartazes idolantrando as “conquistas populares”.

Já vimos diversos protestos contra o livre-mercado (capitalismo), e várias vezes ouvimos nossos representantes proferirem discursos contra este sistêma econômico. Porém, você designer, antes de entrar na onda de protestos contra este sistema econômico, fomentada pelos militantes da esquerda, pense em como seria um mercado sem design e principalmente sem o livre-mercado.

O video abaixo ilustra bem como seria esse mundo.
Vejam:

Para melhorarmos o cenário do design no Brasil devemos apoiar o livre-mercado (capitalismo) pois é através deste sistema que podemos prosperar e ter reconhecimento e lembre-se: Quem apóia o socialismo ou regimes de esquerda, principalmente os designers que fazem isso, é porque gostam de dinheiro público e dependem dele para sobreviver, ou gostariam dele para viver, e como bons advogados fazem seu papel brilhantemente.
Faça Negócios, Faça Design!

Faça negócios, faça design!

O que vou falar aqui não tem embasamento cientifico e é uma opinião baseada unicamente da observação em campo dos nossos colegas designers.

O Design vem perdendo cada vez mais campo para outras áreas como publicidade e marketing e até administração de empresas.Comparando um profissional do campo de design com um profissional da construção civil podemos chegar a seguinte conclusão.

“Um designer está para um projeto, assim como um pedreiro esta para uma obra“.

Sei que muita gente vai dizer que não, mas vou explicar por que essa afirmação é válida e verdadeira.

A. O cliente grande quer contratar um profissional para aumentar as vendas de seus produtos.

B. Um cliente quer contratar um profissional para construir um prédio.

A. O cliente contrata uma agencia de publicidade, pois lá ele vai encontrar publicitários, designers, artistas gráficos, secretárias, vendedores, pré-venda, atendimento e pós-venda.

B. Um cliente contrata uma empresa de engenharia, pois lá ele vai encontrar, engenheiros, arquitetos, projetistas, pedreiros, encanadores, marceneiros, pré-venda, mestre de obras e pós-venda. e ainda terá 5 anos de garantia sobre a obra caso apresente algum problema.

A. O Publicitário contacta o diretor de arte e analisam o briefing e propõe a melhor alternativa para o cliente, mandam o designer executar o serviço enquanto cuidam de outras questões.

B. O Engenheiro contacta o arquiteto e o mestre de obras e propõem a melhor solução para a obra, mandam para o pedreiro e o pedreiro executa enquanto eles cuidam de outras questões.

A. O cliente recebe seu produto finalizado e termina de pagar a agência, a agência paga uma fração do projeto para o designer.

B. O Cliente recebe seu imóvel e termina de pagar a construtora, a construtora paga uma fração do preço da obra para o pedreiro.

Após ler isso, muitos pensam, mas tem designers que trabalham como “freelas” e ganham mais.

Bom, isso é válido tambem. Já que existem pedreiros que trabalham por empreitadas e ganham muito mais que um designer de carteira assinada. a Diferença entre os dois profissionais porém é que o Pedreiro não trabalha de graça, o Designer sim.

Já vi muitos “freelancers” aqui no Brasil trabalhar e não conseguir pagar nem o almoço do dia.

E o que fará os designers mudarem essa situação?

A resposta é: EDUCAÇÃO, porém, não é a educação que temos na escola que não ensina nada de útil para a pessoa a não ser a ela ser uma defensora dos políticos.

A Educação financeira e empresarial fará a diferença e é a intenção desse blog contribuir para isso.

Faça Negócios, Faça Design!

DEG – Design e Gravata